SE NÃO ESTÁ QUEBRADO, NÃO CONSERTE



 Já passava das onze da noite quando me deparei com essa frase, e admito que foi um choque e tanto. Sabe quando você é pega de surpresa por uma frase dita ou escrita e quando você para pra pensar no sentido que ela faz na sua vida, você sente um giro de trezentos e sessenta e pensa: puta merda.

 Foi o que aconteceu comigo, e logo em seguida eu conclui: Por que nós queremos consertar o que não está quebrado?

 Sabe quando seu relacionamento está maravilhoso e você invoca algo do passado, sabendo que vai dar merda, mas mesmo assim você toca no assunto?
 Ou quando você demorou anos pra montar uma pirâmide de cartas de baralho e ai você pensa que pode por mais uma carta no topo que vai ficar tudo bem?
 Pois é, não vai.

 Nós temos a mania de querer mexer no que está quieto, no que está ok, e isso se chama problematizar a situação. Muitas vezes não tem necessidade da gente brigar, mas brigamos, por que quando tudo vai bem na nossa vida, o santo desconfia. Eu mesma me vejo muito nessa situação, principalmente por que sempre fui muito orgulhosa, e nunca gostei de levar desaforo pra casa. 

 O resultado disso, são inúmeras mágoas e sentimentos reprimidos, que acabaram fazendo de mim, uma pessoa problemática, eu dramatizo muito a vida, e quando tudo está bom demais pra ser verdade, lá vou eu querer consertar o que não está quebrado, e no fim acabo tendo que recolher os cacos, por que se você "catucá" muito algo, ele vai abrir um buraco, e vaso furado, não enche.

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.